fbpx

Os Ciclos do Amor – Parte 2

Continuando o tema do artigo de ontem, hoje falaremos a parte 2 sobre os Ciclos do Amor, é imprescindível a leitura da Parte 1, leia aqui.

Seu Papel

O seu papel nesta relação é sim eliminar todos os perigos, pois ela é muito pequena, mas jamais você deve interferir diretamente no desenvolvimento delas.

O que eu te pedi no início do primeiro artigo, afim de parar de FAZER as coisas pelos seus filhos era para que pudéssemos evoluir e eu te contar como estas interferências atrapalhariam muito a vidas deles, pois é nesta primeira infância que os ciclos de desenvolvimento se inicia.

Para evoluirmos vou te contar que alguns padrões de crescimento existem e são extremamente importantes para a evolução humana, e eles acontecem indo de encontro com o que eu já te contei anteriormente, ele acontece em ciclos de 7 anos. Mas da mesma forma que a terra para dar a volta em torno do seu eixo demora 24h e ninguém consegue ainda explicar, os ciclos também existem sem que ninguém explique. Somente existem. Nem eu nem meus ancestrais conseguiram provar o porque deste fenômeno, apenas vivenciaram etapas das suas vidas acontecendo dentro destes prazos.

0 aos 7 anos – A BASE DA VIDA

Este vou chamar de ciclo inicial e/ou base da vida.

Esta é a fase onde tudo está sendo criado e aprendido. É também nesta fase que nossos pequenos podem ser arrebanhados, deslocados, mandados para onde queremos que ele vá. Muitas religiões criam espaços dentro das suas igrejas ou templos, com diversas atrações para TER aquelas crianças sempre por perto, e assim incutir a filosofia local em suas mentes. As escolas particulares investem tanto na educação infantil, transformando centros educacionais em verdadeiros parques de diversão, para assim fidelizar aquele “cliente” que com certeza manterá sua matrícula por pelo menos 15 anos. E se pararmos para pensar, este sim é um investimento certeiro não é. É também nesta fase que abarrotamos nossos pequenos com milhões de ideais, ideias e crenças. É neste período em que a criança é condicionada.

7 aos 14 anos – O ENSAIO OU VISLUMBRE DAS PRELIMINARES

Estes sete anos do segundo ciclo são muito importantes para a criança, pois é o ciclo onde ele vai começar a conhecer o sexo oposto. Isso acontece através de brincadeiras, jogos, filmes etc. O que acontece na prática é exatamente ao contrário. Nas escolas, nas áreas de lazer, nos prédios, nos parques o que mais acontece é um verdadeiro clube do bolinha e da Luluzinha. Onde a mãe diz que o filho não pode brincar com os brinquedos da irmã. Que a irmã jamais pode pegar os carrinhos do irmão. Que primos brincam com primos e primas brincam com primas. Na escola existem cores de meninos e cores de meninas. Brincadeiras para grupos de meninos e de meninas. Uniformes para meninos e para meninas. No cinema filmes para meninos e para meninas. Na música não é nada diferente.

Sabia que 90% das coisas erradas do mundo são causadas por esta ruptura? Sim! A curiosidade aguçada acaba virando perversão.

Faço mais um pedido a você:

Deixe que a criança nade, brinque, dance e jogue juntas, pois assim estes dados alarmantes de perversões como pornografias, agressividades e desrespeito entre homem e mulher diminuirão consideravelmente. Você acha que uma criança que conhece bem a outra, que sabe que possuem diferenças físicas, que menino é de um jeito e menina é do outro terá interesse em revista playboy?

Contudo, as crianças que crescerem nesta naturalidade não tratará seu sexo oposto como um animal.

– Analise no seu ciclo de amizades ou familiar como é que os adultos tratam suas crianças?

– Como é que as crianças se olham e se reconhecem? Como dois animais diferentes?

Saiba que não conhecer o sexo oposto, faz com que eles não ensaiem para a vida sexual que virá à frente. Como assim?

Sim, quem nunca ouviu falar de homens ou mulheres que são frios, ou diretos demais. Que não utilizam as preliminares em suas relações.

Se você não sabia fique atento, pois as preliminares é uma das partes mais desta relação, pois é a parte onde existe carinho de fato. O sexo em si é apenas um CLÍMAX biológico, que pode ser comparado a quando você espirra, que dá uma sensação maravilhosa, mas que não dura quase nada.

FAZENDO A LOUCA

Um dia ouvi de uma amiga, que buscava por um alívio em sua relação, fazia a louca. Sim, ela por não gostar muito de ter relações com ele, por um motivo que acredito que nem ela saiba qual é, escolhe um dia para fazer a louca. Ela veste uma roupa sexy, pula em cima dele, faz o que tem que ser feito, ele fica feliz e libera ela para descansar.

Que bosta é esta. Que vida medíocre é esta. Acredito que ela não saiba o que de fato é fazer amor. Acredito que as experiências de amor/sexo que ela teve até hoje não foram legais. Acredito também que este homem não passou ileso pelos seus ciclos de evolução e não aprendeu como tratar esta mulher. Espero de verdade que eles descubram que algo está errado e reconheçam que algo ficou a ser feito.

VIRANDO DE COSTAS

Você sabe qual o motivo pelo qual o homem vira de costas para sua mulher após fazer amor com ela?

Porque ele sente vergonha inconsciente do que acabou de acontecer, não consegue encarar sua mulher, pois sabe que não conseguiu dar o que ela queria e necessitava. E com a mulher não é tão diferente assim, ela não questiona porque ele age assim, pois ao se manter de costas ele não saberá que ela chora por não ter se satisfeito.

Isso só acontece porque neste ciclo, que foi reservado para estas preliminares, para os ensaios foi suprimido pela sociedade.

Esta é a vida sexual da maioria das pessoas do mundo, um verdadeiro espirro de amor, onde a criança tem toda a sua energia sexual condenada e reprimida.

Pense comigo: “Você nasceu do sexo, passará grande parte da sua vida fazendo sexo e seus filhos nasceram do sexo. E este é um dos maiores vilões da humanidade. Um dos mais condenados”.

O que nos sobra é sermos sombras das pessoas que poderíamos nos tornar se tivéssemos tido a oportunidade de ser quem poderíamos nos tornar.

14 aos 21 anos – PÓS-LIMINARES

Este é um período de amadurecimento, mas não qualquer um e sim o amadurecimento sexual. Nesta fase você começa a se apaixonar e não fisicamente com a intensão te ter um bebezinho, mas sim por toda a beleza do mundo.

Você nesta fase começa a descobrir as artes, a música, cultura, poesia e todos os tipos de romantismo. Aparece nesta fase os amores platônicos, que jamais virão a acontecer de fato.

Para as relações amorosas esta é uma fase que dará muito trabalho na idade adulta, caso não seja vivenciada de verdade, pois após fazer amor, após atingir o clímax, se não houver romantismo aquele ato termina com um virado de costas para o outro, como citei acima.

Portanto, se caso sinta que este ciclo da sua vida foi pulado, abra um canal de romantismo, mesmo que induzido e modelado de quem de fato age assim, pois sem esta etapa do sexo o amor não terá sido cumprido em sua totalidade.

21 aos 28 anos – A ESCOLHA

Se você conseguiu percorrer os ciclos anteriores de uma forma suave e natural, ao chegar neste ciclo estará pronto para escolher seu parceiro de vida. Sim, um parceiro certo. Como ninguém poderá fazer isso por você, precisa estar preparado, com bases fortes, com colunas fortes.

Isso acontece como por um passe de mágica. Por um estalo e não por nada racional, apenas acontecerá.

Você saberá que é a pessoa certa. É como se fosse um click em sua mente. Você saberá que é a pessoa certa e ponto.

28 aos 35 anos – ALEGRIA E HARMONIA

Esta é a fase do prazer, pois você sossegou ao escolher a pessoa certa. É o período mais alegre, mais calmo e mais harmonioso do casal, pois é exatamente neste ciclo que o casal começa a se fundir. Começam a formar uma identidade do casal.

35 aos 42 anos – CALMA E TRANQUILIDADE

Esta é a fase onde o casal começa a se ajudar mutuamente, começam a descobrir outras formas de dar prazer ao outro.

42 aos 49 anos – MEDITAÇÃO EM SI

Esta é a fase onde a meditação começa a ser um artificio muito forte para o casal e um começa a ajudar o outro a chegar neste processo com sabedoria e intensidade. Inicia uma fase de descobrir que a amizade entre o casal também existe.

49 aos 56 anos – A SOLIDÃO

Neste ciclo o seu foco fica todo no seu ser, tudo de maravilhoso que até então fazia parte do seu mundo, já não tem tanta graça.

56 aos 63 anos – SER QUEM DEVERIA SER

Já neste ciclo você percebe que pode ser o que de fato nasceu para ser. Sem máscaras, sem pormenores, sem eu fingido. Apenas pode SER VOCÊ.

63 aos 70 anos – CONTEMPLAÇÃO

Nesta fase você percebe que se seguiu cada ciclo plenamente, terá tido uma vida incrível. As pessoas que tiverem a oportunidade de estar ao seu lado neste ciclo até o seu último respiro, terá vislumbres mágicos do que é viver plenamente e você será um ótimo mentor, seja por decisão ou por profissão.

Reflexão e Exercício

Portanto traga para sua consciência e se pergunte como você passou por cada ciclo de cada de maneira plena? Se não ficou nada para trás que poderia ser diferente?

Se você trouxer a sua mente que coisas ainda precisam ser feitas, lhe proponho um exercício rápido e prático:

  1. Coloque em um papel, a cada ciclo, item a item o que você não teve a oportunidade de fazer em sua vida e que gostaria de fazer de uma forma diferente.
  2. Com estes itens em mãos, crie um plano de ação para cada um deles.
  3. O plano de ação precisa ter o que vai fazer, como, quando, e por que é importante que você o faça. Sei que isso demandará dedicação de sua parte, mas tudo bem, na vida para ter sucesso, a dedicação é item essencial.
Agora sim você deu mais um grande passo da sua Jornada no Amor.

Beijos, Fique com Deus e até o próximo.

Josi Meda

2 de novembro de 2016

1 Comentários em "Os Ciclos do Amor - Parte 2"

  1. APARECIDO DONIZETI DO NASCIMENTO8 de novembro de 2016 disse 15:51:Responder

    …ciclos, fases, dias, semanas, meses, anos, séculos, segundos, assim é a caminhada vital
    e já que não está em nós viver muito tempo
    …então deixemos uma boa obra para atestar que vivemos….
    parabéns Josi. sábias reflexões.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2019 Meda Academy Training - Todos os direitos reservados.