fbpx

Aceitar

Quantas vezes nos deparamos em situações em que acontece algo inesperado e temos muita dificuldade em aceitar? Então lutamos com todas as forças para mudar tal situação.

Mudança

No trabalho é comum a mudança de rotina, às vezes de cargo, de mesa, de horário, de chefe, de endereço e até mesmo de cidade. Procuramos todas as desculpas e justificativas para manter-se na zona de conforto a qual estamos acostumados.

Porque eu tenho que mudar? Estou acostumado assim! Porque tem que ser diferente se há anos eu faço desse jeito e sempre deu certo? Ahh não, vai dar muito trabalho mudar… Aí existem diversas falas de insatisfação e principalmente de reclamação.

Então eu te pergunto, reclamar vai mudar a situação? Vai voltar ao passado? Ou vai trazer mais transtorno ainda?

Ok… Você deve estar se perguntando: ENTAO NÃO POSSO EXPOR MINHA INSATISFAÇÃO E OPINIÃO?

Sim, claro que você pode… Senão estaria contradizendo tudo o que escrevi no meu artigo com o tema Responsabilidade, caso você não tenha lido deixo como sugestão de leitura.

Segue um pequeno trecho onde eu falo sobre ser verdadeiro: “Seja sempre verdadeiro, haja de acordo com seus princípios, seja no trabalho, seja com a sua família, seja em um encontro com os amigos, e só pra lembrar, não adianta cobrar do outro o que você não oferece, é fundamental que você também esteja disposto a aceitar e respeitar as vontades e o “não” do outro, alinhando os desejos e minimizando as expectativas em todos os relacionamentos.”

Seguindo essa linha de pensamento sobre ser verdadeiro, é interessante lembrar que expor opiniões pensamentos e idéias é sempre válido, tendo em vista que a realidade não existe.

Como assim a realidade não existe?

Considerando alguns princípios da PNL, Programação Neurolinguística, é possível entender que existem diversas formas de comunicação e a realidade pode ser baseada de acordo com a percepção e experiência de cada um sobre acontecimentos, imagens e situações. Pois cada indivíduo sente, ouve e enxerga de maneira única a sua realidade de acordo com suas experiências e vivências sendo que nesse sentido precisamos respeitar a opinião e a vontade do outro.

Relacionamentos

Agora vamos falar sobre relacionamentos, já que cada um tem uma forma de interpretar a realidade vou expor um fato que aconteceu a alguns anos atrás com alguém muito próximo. O fato de não aceitar o pedido de separação, relutou por aproximadamente 6 meses, na tentativa de recomeçar um casamento que já estava fadado ao fracasso por diversos motivos, mas principalmente porque já tinha acabado, no entanto por não haver a aceitação essa pessoa chegou a um quadro de depressão, pensamentos suicidas, afastamento das atividades profissionais, dos amigos e da família, indo em busca de algo que já tinha terminado.

Só foi possível retomar sua vida após um intenso tratamento com terapias e tratamentos alternativos, além do apoio dos amigos e familiares que possibilitou a sua percepção e consciência de que aceitar o término do amor do outro era a única forma de iniciar uma nova vida, cultivando o amor próprio e infinitas possibilidades.

Mas o preço por não aceitar a renuncia do seu ex marido daquele casamento, custou muito sofrimento, situações de humilhação, chantagem emocional em relação ao outro, sofrimento para os familiares, brigas desnecessárias, doenças psicossomáticas, tristeza, preocupações de amigos e parentes, ou seja, quanto custou não aceitar o término desse casamento?

Eu entendo muito bem o quanto custou não aceitar o fim desse casamento, talvez algumas pessoas que me conheçam de perto e a mais tempo irão perceber que contei resumidamente uma parte da minha historia e foi a duras penas que aprendi o quanto é importante aceitar. Sabe aquela frase “Aceita que dói menos”? Pois é a pura verdade. Isso acontece em muitas separações de casais. Tenho tido muita procura de pessoas que estão passando pelo processo de separação e buscam ajuda com sessões de Coaching. E meu papel como Life Coach é conduzir as pessoas por meio de um processo de reflexão para entendimento do que de fato está acontecendo, e o que podem fazer para dar um passo a frente dessa situação.

O que representa na vida de uma pessoa o término de um relacionamento que já estava em ruínas? Em alguns casos chegam a vivenciar cenas inusitadas de exposição, brigas, ofensas, e até agressão física e emocional, chegando ao limite, até o ponto de não aceitar mais tudo de ruim que está acontecendo, porque não foi capaz de aceitar que o amor acabou, ou que os objetivos já não são mais comuns ou ainda pior não existe mais respeito no relacionamento.

Significado

Significado de Aceitar de acordo com o dicionário:

“Receber de boa vontade aquilo que é oferecido: aceitar a doação. Admitir a contragosto ou aderindo: aceitamos a situação de fato. Suportar: aceitar o castigo. Aceitar uma letra, um contrato, obrigar-se por escrito ao pagamento daquela ou ao cumprimento das cláusulas deste.Aceitar por honra da firma, concordar contra a própria vontade.”

Além de aceitar mudanças na vida profissional, relacionamentos, ainda existem outras áreas de nossas vidas que exigem aceitação.

Quando você aceita algo “contragosto” é fato que isso causa dor sofrimento, portanto aceitar DÓI, DÓI MUITO.

Porque não queremos certas situações que são desagradáveis? Claro que aceitar o que é bom é muito fácil… Mas aceitar tais situações é aceitar o sofrimento é se preparar para novas oportunidades. No entanto, o que está fora daquilo que a nossa realidade julga ser melhor não importando as conseqüências e atendendo as expectativas é o que mais importa.

Quantas pessoas convivem por anos e anos em relacionamentos abusivos, trabalhos medíocres, amizades oportunistas, simplesmente porque não querem passar pela fase do sofrimento, mesmo sendo um relacionamento desconfortável preferem continuar na zona de conforto que muitas vezes causa tanto sofrimento quanto a mudança.

Me sinto segura em afirmar que quanto mais se rejeita o sofrimento mais ele insiste em persistir seguindo você em padrões repetitivos de situações que acaba atraindo para a sua vida. Sugiro que você aceite e encare de frente, viva o luto da perda, aceitando a situação como ela se apresenta, sem confrontos. Aprendi também, que o amor é por si mesmo transformador, em qualquer relação.

Também quero dizer que aceitar a sua “outra parte” também é fundamental para corrigir relacionamentos, ou seja, todos nós temos nossos “pontos fortes” e “pontos de melhoria” – prefiro usar ponto de melhoria, porque defeito deixo para classificar os eletrodomésticos.

O que estou querendo dizer com isso?

Muitas vezes não aceitamos que estamos errados e que o nosso comportamento funciona como um gatilho para o comportamento do outro. Mas costumamos olhar sempre para o que o outro fez, seja na vida pessoal ou profissional, mas é importante deixar claro que somos responsáveis por tudo o que acontece na nossa vida, ou seja, muitas vezes estamos do lado negro, e não queremos aceitar esse lado sombrio, quando somos mesquinhos, egoístas, maldosos, ciumentos, as vezes grosseiros, intolerantes e até mesmo agressivos.

O que fazer com tudo isso?

Se esses comportamentos e sentimentos são SEUS o melhor é refletir sobre o que você pode fazer para melhorar ou mudar tais situações, aceitar com certeza é o caminho menos doloroso que você imagina, tendo em vista que a nossa imaginação é traiçoeira e pode nos levar a labirintos infinitos capazes de nos paralisar na tomada de decisões.

Portanto se você percebeu que a palavra aceitar foi repetida muitas vezes, digo pra vocês que foi intencional, tendo em vista o aprendizado pela repetição!

Grata pela oportunidade de mais uma vez compartilhar com vocês uma parte da minha história, que foi um ponto de partida para o meu desenvolvimento pessoal e profissional. Até a próxima!

14 de fevereiro de 2017

2 Comentários em "Aceitar"

  1. Simplesmente fantástico, ao ler seu artigo consegui me identificar muito com diversas situações, pois, já sofri muito por NÃO ACEITAR determinadas situações, e a partir do momento que comecei a entender que é preciso sim aceitar, pois cada qual com sua particularidade deve seguir seu caminho ACEITANDO o que lhe é proposto!
    Parabéns!

  2. Oi Sil!

    Que bela reflexão!

    Parabéns!

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2019 Meda Academy Training - Todos os direitos reservados.