fbpx

Meu Herói!

Por Marco Meda

Hoje é dia dos pais! Um dia que teria tudo pra ser mais um dia de festa, comida e presentes apenas. Mas por vários motivos, o meu dia dos pais deste ano foi diferente. Uma espécie de iluminação espiritual. Tenho o hábito de agradecer tudo o que me acontece. Todos os dias… inclusive de colocar em um caderninho diário a minha “lista da gratidão”. Mas não me lembro de verdade se já tinha parado pra agradecer ao meu pai por ter me dito: “Você NÃO é capaz!” há 30 anos atrás.

Quem conhece um pouco da minha história, sabe porque eu e a Josi realizamos nossos cursos no Hotel Fazenda Vale do Sol em Serra Negra – SP…

Quando eu tinha 10 anos de idade eu tive acesso a coisa mais linda que eu já tinha visto neste mundo. Lembro como se fosse hoje… estávamos no hotel em família, a passeio. Eu e o meu pai passamos por um auditório lotado, mais de 500 pessoas onde estava acontecendo um evento corporativo fechado. Entramos sorrateiros no local, na porta, na rampa de acesso do auditório e por 5 minutos assistimos o encerramento de um show de mágica.

Ao final do show de mágica, entra um homem vestido todo de preto que encantou a plateia de uma forma surpreendente. Pergunto pro meu pai o que era aquilo e ele me diz que é um PALESTRANTE. Pergunto ainda porque as pessoas estavam tão felizes, e ele me diz que aquilo tudo era bobeira.

Não sei explicar em palavras o que foi aquele momento, mas aos 10 anos de idade vendo aquele homem mexer com a emoção daquela plateia toda, o menino de 10 anos de idade recebeu do céu a sua missão de vida! Simples assim: eu me vi naquela hora naquele palco, fazendo exatamente o que aquele cara estava fazendo.

Com minhas pequenas mãos segurando o ferro do corrimão da rampa de acesso ao auditório, minha testa encostada no ferro gelado, meus olhos vidrados no palestrante no palco, meu coração disparado, eu olho pro meu pai e digo:

– “Pai?! Quero fazer isso quando crescer!”.

E ele responde imediatamente – dando um leve tapa de deboche na minha cabeça:

– “Larga mão menino, você não sabe nem falar direito. Só eu sei o quanto você já passou apuros por ter medo de falar com as pessoas na escola e em todo lugar. Isso é pra quem sabe falar com pessoas e não pra você”.

Como eu disse no começo deste texto, eu conto detalhadamente esta história aos meus alunos nos meus cursos de oratória e PNL. Tenho plena consciência, que a minha missão de vida veio exatamente neste dia. Trinta anos depois, ou seja, hoje eu com 40 anos de idade, eu loto o mesmo auditório com os cursos que realizo mensalmente no Hotel Fazenda em Serra Negra.

Só eu sei o quanto eu lutei por anos da minha vida, pra ir contra esta minha missão. Há quem me diz hoje:

– “Nooossa Meda, como você fala bem! Eu queria ter nascido assim como você, com este dom!”

Eu respeito! Mas eu não nasci assim. Me dediquei muito mais do que as 10 mil horas do Malcolm Gladwell para conseguir o êxito ao falar em público.

A CULPA
Por anos eu culpei o meu pai por ter me feito sentir tão mal naquele dia dizendo que eu não poderia fazer aquilo. Hoje, meu pai é o meu grande parceiro que está sempre comigo em Serra Negra, já esteve dentro do mesmo auditório com a minha mãe assistindo os meus treinamentos transformacionais. E eles quando entraram pelo auditório em um treinamento meu, viram o “homem de preto” fazendo palestras. Foi incrível! O meu maior presente…

Mas no fundo, existia ainda uma certa emoção de raiva velada no meu coração, algo que dizia: “… viu pai como eu consegui?! .. ao contrário do que você pensava…”. Por anos esta vontade de vingança disfarçada ainda rondava o meu coração.

No mês passado, nós tivemos acesso ao documentário do Tony Robbins pela Netflix. E uma passagem do seu documentário fez eu entender ainda mais algumas coisas.

Tony diz em certo momento que não devemos CULPAR as pessoas apenas pelos erros que cometeram com a gente, mas também devemos AGRADECER por estes mesmos erros.

Puuuuta que pariu! Milhões de fichas caíram na minha cabeça. E como diz a minha Josi: “… uma bigorna caiu na minha cabeça!”. E eu entendi claramente, que ao invés de culpar o meu pai por ter me magoado aos 10 anos ou ter gerado aquele “imprinting” (termo que podemos explicar melhor nos nossos cursos de PNL), ele foi o RESPONSÁVEL por me fazer hoje ser hoje o “Homem de Preto” do palco.

As pessoas reclamam por terem problemas! São estes problemas que nos faz crescer. São eles que nos transformam em gigantes, em homens e mulheres capazes de mover montanhas e mudar o mundo.

Eu me fiz gigante, pois o meu pai me desafiou – mesmo sem saber – que eu seria capaz de mudar a jornada da nossa família. Eu poderia acreditar que eu tinha realmente uma timidez além do normal, e que eu sempre precisaria de acompanhamento psicológico nas escolas pra conseguir me relacionar com os colegas de sala – e parar de urinar na roupa por vergonha de pedir para ir ao banheiro.

Mesmo lutando contra a minha missão, eu acreditei que aquela era a minha jornada na vida. Minha forma de expressão no universo. E ao longo dos últimos 30 anos eu criei este novo Marco Meda, que hoje ensina e transforma pessoas.

Não poderia ser melhor O DIA pra eu escrever este texto. GRATIDÃO MEU PAI! Gratidão por você estar comigo lá, naquele dia, ao lado daquele molequinho magrelo e baixinho e dizer a ele que não seria possível. Gratidão meu pai por ter me desafiado! Gratidão meu pai por ter colocado aquelas palavras daquela forma naquele dia, daquele jeito.

O universo conspirou ao longo dos próximos 30 anos para que eu chegasse no dia de hoje – NO DIA DOS PAIS – e entendesse claramente que VOCÊ É O MEU HERÓI! O homem que me impulsionou, que me vez acreditar que um problema era a minha grande vitória.

Gratidão papai. Te amo eternamente… corre e arruma as malas, que em Outubro temos mais uma turma pra transformar lá em Serra Negra. E tem mais outra em Novembro, outra em Dezembro… Ah… e a Josi já fechou mais de 15 cursos lá no hotel fazenda pra 2017. Estamos apenas começando o que você fez eu acreditar que era possível.

Feliz Dia dos Pais!

 

Hum… estive pensando aqui! A Bella Meda já pega o micronone e sem medo algum ela diz que é a “Filhinha Palestrante!”. Uma dúvida: será que eu digo pra ela que ela não é capaz? Ou nem precisa?!

Fiquem com Deus, um grande abraço, um beijo carinhoso nos Papais – onde quer que eles estejam. Um sorriso e um passo a frente!

33 Comentários em "Meu Herói!"

  1. Sem palavras, eu já vi esta emoção pessoalmente nos seus treinamentos o quanto os seus olhos se enchem dágua e o que o quão grande é a emoção que você sente cada vez que relambra este dia. Um grande abraço meu amigo irmão Marco Meda e um feliz dia dos pais para você

  2. Um sorriso e um passo a frente. Emocionante ler sua história. A gente não imagina o que tem na história de uma pessoa de sucesso. Engraçado que muitas vezes nossa missão de vida é descoberta num momento de dor. Já vi acontecer com várias pessoas e eu sou uma dessas também. Mas é na dor e reconhecendo a gratidão do que aconteceu que entendemos o processo, que nos abrimos e descobrimos a força que temos para realizar. Vem Ser Você é encontrar com essa dor porque é nesse encontro e no reconhecimento dela que damos mais uma passo. Não é ausência de sor, mas sim conexão com ela para aprender, para ler as entrelinhas e agradecer. Hoje revivi os 6 anos que passei com meu pai antes dele ir. Foram seis anos, com ele me chamando de fofinha, me ensinando, me carregando no colo e me mostrando que era possível. Minha primeira medalha ainda na pré-escola, ele chegou no exato momento que subi no pódio. Estava triste achando que ele não chegaria devido os compromissos, e ele chegou e ele vibrou, e ele me mostrou que todo esforço é compensado. Ele era rígido por ser militar do exército, mas o que me lembro era da sua doçura, do seu cuidado e da sua garra para conquistar e ir em frente no que ele acreditava. Militar, músico, pedagogo, quase advogado, incansável quando o assunto era estudar! Sou grata por ter herdado esse DNA. Grata pelo amor, pelo companheirismo e pelas palavras de incentivo. Gratidão querido por compartilhar ❤️

    • Obrigado Babi! É isso mesmo… todos tem sua história. E, muitas vezes, crescemos na dor. É assim que funciona… quem disse que a vida é fácil? E quem disse que precisa ser fácil?! Tem que ser emocionante mesmo! Só nós sabemos e conhecemos profundamente os nossos problemas. Gratidão, estamos juntos!

  3. Parabéns Mêda! Lindo texto! F

  4. Marco Meda, o que dizer de tudo isso que está acontecendo na sua vida e, consequentemente, refletindo nas nossas?
    Acredito que nada melhor do que “culparmos” o tal do UNIVERSO.
    Se formos mais longe e pensarmos que aquele dia no qual você entrou no auditório foi um marco na vida do menino Marco, ele também foi um marco na vida do cara que mudou a minha vida. Portanto também sou grato ao Seo Armando!
    Desta forma nós entendemos o ciclo de positividade que o “tal do Universo” gera dia após dia e que nós somos os beneficiários dessa energia por sermos merecedores. Nós somos merecedores! Você é merecedor!
    Você é merecedor de tudo o que vem colhendo e arrisco dizer: ISTO É SÓ O COMEÇO!
    Te prepara (e eu sei que você está se preparando), pois vem muito mais por aí.
    Aquela cena de você sendo erguido pelos seus alunos ao final do curso de ORATÓRIA em Serra Negra, significa muito mais do que sua mente pode alcançar.
    Gratidão eterna por me abrir os olhos para um novo mundo.

    • Caramba Armando?! Quanto mais pedimos mais o universo nos dá… e descobri que é um ciclo sem fim. É primeiro doação! Doar-se para receber. Cara?! Aquele momento erguido por todos foi um dos momentos mais lindos que já vivi até hoje! Além da cena que eu tinha visto com o meu mentor Nicolai Cursino na Serra do Japi e meses depois ela se faz realidade lá em Serra Negra! Foi incrível. Gratidão a todos os meus alunos! Pois é… é só o começo!

  5. Parabéns Meda pelo dia dos pais, eu ja ouvi sua história no curso de oratória, o mas eu tornei a ler, lindo, emocionante é bem assim mesmo, os desafios nos faz pessoas melhores a cada dia, parabéns por cumprir maravilhosamente a ,sua missão de transformar as pessoas, de abrir as percepções, apontando caminhos que mostram que somos capazes de vencer nossos desafios e cumprir coma nossa missão, obrigada casal Meda!

  6. Antonio Carlos Oliva de Oliveira14 de agosto de 2016 disse 22:06:Responder

    Parabéns pela grande demonstração de que tudo podemos, e sei bem o grande profissional e omestre que você é não poderia ser diferente.
    Obrigado por você existir em nossas vidas nos trazendo conhecimentos importante a nossa carreira.
    Feliz dia dos Pais.

  7. Medaaaa, lindo demais o texto, incrível! Nos conhecemos há pouco tempo mas a cada vez que você conta a sua história nos emociona, e como no comentário do Armando, você sendo carregado pelos seus alunos, por nós, no último curso talvez seja o maior exemplo que já vivenciei de gratidão e representação de dever cumprido.

    Tem uma coisa que nunca te contei, mas no final do curso de PNL, quando estávamos te ajudando a guardar as coisas e seu pai estava lá, eu disse para ele, seu Armando: “Parabéns pelo filho que o senhor tem, pois eu e todos aqui somos muito gratos por ele, pelo senhor também.”, e o abracei. Talvez ele nem se lembre disso, mas foi a minha forma de agradecer você e quem te inspirou por tudo isso. Gratidão! Tamo junto sempre!

  8. Medaaaaa!! Lindíssimo o texto tantas coisas acontecem com a gente que pensamos que é pro nosso mal, mas a real é que tudo conspira para o bem daqueles que amam a Deus. Nem importa religião, mas há um ser superior que nos guia. Vc tem sido cada vez mais guiado e transformado, e ainda conseguido fluir essa energia pra tds nós! Lindooooooo texto!!! linda a forma como vc escreveu sobre sua família!

    • Oi Lu! Obrigado. É isso mesmo, assim vamos crescendo e nos transformando em gigantes cada vez mais! Nos vemos em Outubro no Life Coaching. Sucesso na sua jornada… to esperando o próximo vídeo seu hein?!

  9. Escrevi um texto IMENSO anteriormente, mas perdi a internet e ele sumiu. Mas vamos lá, buscar uma nova inspiração….
    Eu sempre acreditei que nosso sofrimento é um aprendizado, para nossa reforma intima. Meu pai sempre dizia: “Depois da tempestade, vem a bonança”. E eu fui firme nesse conhecimento, sempre mentalizei…. “Dias melhores virão”. E lendo esse lindo texto, remeti-me ao passado. Lembrei também como trilhei o caminho das pedras… Caçula de 9 filhos, cresci numa família simples, mas com grandes valores morais e emocionais. E sonhava em ser professora. Umas certa vez, ao passar em frente ao colégio estadual, de mãos dadas com meu pai ( eu tinha, exatamente 10 anos), eu disse á ele, que eu iria dar aula naquele colégio. Ele deu um sorriso desconfiado, dizendo “Ah vai?? Vamos ver….” Á partir daquele dia, mas o meu desejo aumentava. Os anos foram passeando, estudei, fiz magistério e fui convidada a substituir a professora da sala. Quando subi as escadas, lembrei de meu pai. Que ainda era vivo e pensava: “Eu sabia que ia provar pra você, que seria capaz!!” A situação foi se transformando, por dias, e anos tentando ganhar pontuação no professor do Estado. Era muito concorrido. Anos se passaram, mudei de profissão, fui bancária, fiz faculdade, comprei meu carro, pagava as despesas da casa., etc. Pouco antes do meu pai falecer, ouvi ele dizer ao telefone com um amigo: “Ah ela é a minha caçula, a rapa do tacho, mas é brava!! Essa vai longe, é PROFESSORA!! Ao desligar o telefone, eu respondi: “Pai nem dou aulas, vc disse que dou professora??”, ele respondeu: “Pra mim, você sempre será, minha eterna professorinha” . Com lágrimas nos olhos, eu não acreditava no que estava ouvindo. Corri ao encontro dele, abracei-o, agradeci por tudo. Ele se assustou com o abraço, não era muito de tocar, mas os olhos dele também encheram-se de lágrimas!! Alguns dias depois, ele faleceu!! E minha maior gratidão, era ter abraçado aquele homem, pela ultima vez… Mas eu não sabia que seria!!
    E hoje, o sentimento que tenho por ele( onde estiver) é gratidão, ternura e amor. E em nossas vidas, nunca sabemos o motivo de encontrar pessoas, que olhem em nossos olhos e dizem: “você é capaz”, assim como conheci esse casal maravilhoso-Marco e Josi Meda, que proporcionaram tanto aprendizado, tanta energia, tanto acolhimento. A minha gratidão por vocês, se estende além do abraço, do carinho e do encantamento de poder transformar minha caminhada!! Um forte abraço, um sorriso e gratidão sempre!! Namastê!!

    • Caramba Lu! Que história linda a sua. Fiquei realmente emocionado aqui ao ler… É bonito demais saber que somos o que somos por conta das história lindas que vivemos. O nosso crescimento está pautado em trajetórias como essa! Tenho certeza que seu pai está lá no céu enviando uma energia linda para esta “professorinha” e toda a sua família. Todos que irão ler a sua história aqui vão aprender um pouquinho mais com tudo isso. Sua missão é linda… Bjo no Paulo e nas meninas. Nos vemos em breve! Gratidão compartilhada. Namastê! ॐ OM

  10. Muito emocionante sua História de vida é muito gratificante ver sua trajetória de vida e ver que a realização de nossos idéias podem passar por momentos difíceis e que depende Nois provar o quanto somos capazes.Você é um exemplo lembro da história do restaurante no início da sua carreira e o quanto é gratificante acreditar . OBRIGADA Obrigada.

  11. E ágora Marcão, o que vc vai dizer para a sua filha? Se ela é capaz ou não? Pois até eu fiquei na dúvida rsrsrs! Excelente texto, um grande abraço!!!

  12. Nossa Meda, que texto lindo, gratidão por compartilhar sua história.
    Realmente nos momentos de decisão que nosso destino é traçado.
    Você tinha a opção de aceitar e nada fazer, passando o resto da vida usando isso como muleta, ou alinhar a dificuldade com a sua vontade, transformando isso tudo na dia missão.
    Parabéns, orgulho e gratidão por conhecê-lo.

    • A gratidão é minha amigo por você se permitir aprender comigo as técnicas que hoje estão lhe apoiando como coach. Sucesso sempre amigo. #tamujunto Você sabe a diferença que tem feito na vida de muitas e muitas pessoas por aí…

  13. Pois é, Papai Meda, quando conheci vcs, “já enxerguei” a aura maravilhosa que tens, seu teste que recebeu de seu pai nao foi por acaso, bem sabe que acaso nao existe, tudo acontece em nossa senda conforme mandado superior, e acredite é sempre para nosso bem, nossa evoluçao, é que, como nao estamos ainda preparados para aceitar de imediato o que rola em nossas vidas, somente depois de passados é que vemos porque sucedeu-se o ocorrido. Mas, independente de qualquer coisa, os pais, até pelo fato de tentar proteger seus filhos de futuras decepçoes, dizem algo que no intimo nao queriam dizer, mas o fazem na emocçao. Nunca, em hipótese alguma, retenha rancor ou mágoa de quem quer que seja. Afinal, é isso que nosso Mestre e Irmao JESUS nos ensinou. Um FelizDia Dos Pais, a vc e pra Frosen tb……kkkkkk

  14. Marcos Jose dos Santos Junior15 de agosto de 2016 disse 16:30:Responder

    Que lindo texto família meeedaaa.
    Poxa cade vez que leio os textos fico mais surpreendido logico que de maneira positiva sempre…
    Por estas e outras vejo que escolhi o mentor certo (rsrsrsrs).
    Obrigado por mudar vidas, obrigado por mudar minha vida!!
    Esse homem de preto que você viu aos 10 anos é o que eu vi la em meados de 2010 eu sentado la no fundo do auditório querendo um certificado para apresentar na faculdade…rsrsrs, lembra família Meda?? eu não esqueço!
    Meu proposito de vida mudou ali!! e hoje sigo vocês sempre que consigo.
    OBRIGADO POR MUDAR MINHA VIDA!!
    Feliz dia dos pais!!

  15. Obrigada Meda Pai!!! Você é o maior responsável por hoje seu filho mudar a vida de centenas de pessoas, e que emoção é seu filho ver isso com tamanho carinho. Sentimento lindo. Meu pai também é meu Herói, esse amor engrandece qualquer ser! Gratidão Meda em conhecer um pouquinho da sua grande história.

  16. Linda história Meda, inspiradora!!

  17. Linda história também LUCIANA OLIVEIRA, é uma pena que as pessoas deixem de falar o que sentem, que bom que deu tempo no seu caso.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2019 Meda Academy Training - Todos os direitos reservados.